Compras inclusivas: o que eu tenho a ver com isso?

Foto: Don Burton/Unsplash

Maite Schneider

Hoje eu quero falar sobre uma das perguntas que mais me fazem: “Por que devo me preocupar com um sistema de compras inclusivas dentro da minha cadeia de valor?”

São muitos os benefícios que você consegue atingir no seu negócio ao levar essa questão de modo sério e implementar como uma prática constante.

Quando pensamos em nossa cadeia de valor, devemos pensar em todas as atividades internas e externas que nossa empresa realiza para projetar, produzir, realizar, comercializar, entregar e apoiar seus produtos e serviços, agregando a eles uma valoração diferenciada.

Abaixo, destaco 10 pontos que considero primordiais.

ler Assine a nossa newsletter semanal

Equidade de oportunidades

Aqui aplica-se o conceito de equidade e não de igualdade, avaliando e adaptando processos, burocracias e buscas por talentos, oportunidades de acessos, serviços diferenciados ou excepcionais que a pessoa ou organização de grupos sub-representados trarão à empresa.

Acesso a talentos diversos

A implementação de processos de compras inclusivas permite que as empresas acessem um pool mais amplo de fornecedores e parceiros comerciais. Essa é uma maneira de aproveitar a diversidade como recurso estratégico para impulsionar a inovação e o crescimento.

ler Além do Censo: dicas para saber se uma empresa é inclusiva

Resposta às necessidades de clientes

A diversidade é uma realidade na sociedade e consumidores têm demandas cada vez mais variadas. Ao adotar processos de compras inclusivas, as empresas podem compreender melhor e satisfazer necessidades e preferências de diferentes grupos de consumidores. Isso leva a uma expansão na participação de mercado, melhor adequação de produtos e serviços, o que, por sua vez, pode impulsionar a fidelidade de clientes e a competitividade do negócio.

Responsabilidade social e reputação

Processos de compras inclusivas demonstram um compromisso com justiça social, igualdade de oportunidades e responsabilidade corporativa. Essas práticas positivas podem fortalecer a reputação da empresa, atrair clientes e investimentos conscientes e criar uma imagem positiva no mercado.

Redução de riscos e garantia de conformidade

Adotar processos de compras inclusivas ajuda as empresas a mitigar riscos legais e financeiros. Ao garantir que as práticas de aquisição sejam inclusivas, as empresas evitam a possibilidade de violações de leis antidiscriminação, multas e litígios. Além disso, políticas inclusivas estão alinhadas com regulamentações e diretrizes governamentais, o que promove a conformidade.

ler Aprendizados e desafios em 10 anos da Transempregos

Inovação e criatividade

A diversidade é um impulsionador da inovação. Ao incorporar diferentes perspectivas, ideias e experiências por meio de processos de compras inclusivas, as empresas podem estimular a criatividade e a geração de soluções inovadoras. A diversidade de fornecedores traz insights e abordagens únicas,além de contribuir para a solução de problemas complexos de maneira mais eficaz.

Promoção do desenvolvimento econômico e diminuição de desigualdades 

Ao abrir espaço para fornecedores diversos, as empresas contribuem para a redução das desigualdades sociais e promovem um desenvolvimento econômico mais equitativo e sustentável, alinhado com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

Acesso a diferentes perspectivas culturais e conhecimentos especializados

Diferentes perspectivas culturais trazem uma compreensão mais abrangente das necessidades, preferências e comportamentos dos consumidores de diferentes origens e culturas. Isso permite que as empresas se adaptem e ofereçam produtos e serviços mais relevantes e atrativos para diversos grupos de clientes.

ler Sua empresa inclusiva contrata LGBTQIA+ ou só algumas letras?

Sensibilidade Cultural

As empresas podem evitar estereótipos e erros de comunicação que possam alienar ou ofender determinados grupos. Essa sensibilidade cultural é fundamental para construir relacionamentos comerciais sólidos e respeitosos.

Processos mais ágeis e adaptáveis

A metodologia Agile, conhecida por sua flexibilidade e colaboração, proporciona maior capacidade de resposta às necessidades dos clientes e do mercado, o que permite ajustes rápidos em requisitos e prioridades. Essa combinação resulta em um processo de compras mais ágil, adaptável e alinhado com os valores de Diversidade, Equidade, Inclusão e Pertencimento (DEIP) das empresas.

ler Leia outras colunas de Maite Schneider

No livro Diversidade e inclusão e suas dimensões (Editora Labrador), lançado em novembro de 2023, do qual sou coautora e falo do tema ao lado das mestras e amigas Keyllen Nieto e Alessandra di Castro, aprofundamos ainda mais o assunto, falando de sua importância e trazendo dicas de como você pode aplicá-lo na prática, com exemplos reais, e assim conseguir os melhores e mais potentes resultados na sua jornada.

Uma revolução potente no macro, só acontece verdadeiramente, quando olhamos os micros que o compõem.

Quem leu essa Artigo também viu:

Maite Schneider

Maite Schneider trabalha com Direitos Humanos desde 1990. Com MBA em Gestão Estratégica, Inovação e Conhecimento. é Linkedln Top Voice e coautora do livro “Diversidade, Equidade e Inclusão – Tornar simples o que parece complexo”. Cofundadora do projeto TRANSEMPREGOS (2013) e embaixadora da RME. Consultora e Mentora sobre Inclusão, Diversidade e Humanização. Cofundadora da Integra Diversidade – uma consultoria especializada em Inclusão e Diversidade - e da SOMOS Diversidade, é parte do Comitê Consultivo do Programa Municipal de DST/Aids e da Frente Parlamentar pelos Direitos das Pessoas LGBTQIA+ do Estado de São Paulo.

Se você chegou até aqui, apoie nosso trabalho.

Você é fundamental para seguirmos com o nosso trabalho, produzindo o jornalismo urgente que fazemos, que revela, com análises, dados e contexto, as questões críticas das desigualdades de raça e de gênero no país.

Somos jornalistas, designers, cientistas de dados e pesquisadoras que produzem informação de qualidade para embasar discursos de mudança. São muitos padrões e estereótipos que precisam ser desnaturalizados.

A Gênero e Número é uma empresa social sem fins lucrativos que não coleta seus dados, não vende anúncio para garantir independência editorial e não atende a interesses de grandes empresas de mídia.

Quero apoiar ver mais