close

Entrevista: “Quando o Estado não resolve o caso Marielle, está dizendo: ‘podem matar mulheres políticas, que nós não vamos investigar’”

(Reprodução / YouTube)

Marlise Matos, professora do Departamento de Ciência Política da UFMG, falou a Gênero e Número sobre os diversos aspectos da violência política contra mulheres e explicou por que considera os partidos verdadeiros obstáculos para a chegada delas a cargos eletivos

Por Carolina de Assis*

Marlise Matos, professora do Departamento

Você precisa ser assinante para ler este conteúdo na íntegra. Por favor, faça seu Login para acessar ou Assine agora.