close

Diálogos Gênero e Número levam ao Parque das Ruínas programação aberta ao público

Durante toda a próxima terça-feira, 5 de dezembro, a Gênero e Número convida jornalistas, acadêmicas, pesquisadoras e o público para dialogar sobre gênero, direitos e arte em Santa Teresa, no Rio de Janeiro

Da Redação

O  espaço que as mulheres brasileiras conquistaram na educação, ao longo das últimas cinco décadas, e que está registrado em números levantados pelo IBGE e INEP (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais), pode levar à percepção de que a desigualdade de gênero não é mais uma questão a ser enfrentada na formação educacional e profissional. Será mesmo? Nesta terça-feira, 5 de dezembro, a Gênero e Número problematiza e abre para debate essa e inúmeras outras questões que tocam temas imprescindíveis para a equidade de gênero no “Diálogos Gênero e Número – Dados, Jornalismo e Arte”. O evento acontece a partir das 10h, gratuito e aberto ao público, no Parque das Ruínas, em Santa Teresa.

Educação, mercado de trabalho, violência contra as mulheres, acesso à informação, acesso à cidade, identidade de gênero. Os temas se dividem em seis mesas (veja programação completa abaixo) que reúnem nomes de profissionais da academia, da mídia, de centros de pesquisa independentes, institutos de pesquisa públicos e de movimentos sociais. Diversidade foi palavra-chave para a curadoria de conteúdo do evento, que contempla vozes femininas e masculinas, além de dados, para contextualizar desafios enfrentados por mulheres diversas: indígenas, quilombolas, brancas, pretas, pardas, cisgênero e transgênero.

24129779_459938174401653_1307327892755178378_n

Na programação do dia, às 13h será o lançamento da pesquisa “Mulheres no Jornalismo Brasileiro”, estudo inédito que revela a opinião das jornalistas sobre o ambiente de trabalho e seus desafios, tendo a equidade de gênero como lente. Realizada em parceria pela Gênero e Número e a Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji), a pesquisa traz informações sobre assimetrias de gênero no mercado de trabalho, segurança e assédio no exercício da profissão, respostas das organizações à discriminação e assédio e perspectiva de gênero na cobertura jornalística.

O evento conta com parceria da Artigo 19, organização que estará no segundo dos seis diálogos do dia, com o tema “Acesso à Informação e Direitos das Mulheres”. Entre os apoiadores do Diálogos Gênero e Número também estão ONU Mulheres, Fundo Elas e Agência Patrícia Galvão.

Exposição Data ART

Quem for ao Parque das Ruínas para o evento tem acesso também à exposição Data ART, uma mostra de jornalismo de dados que pela primeira vez chega ao Brasil, com coordenação da Gênero e Número, e que expõe obras latino-americanas.

Foto: Juliana Chalita
Foto: Juliana Chalita

Confira a programação completa e acompanhe as informações sobre o evento na página do Diálogos Gênero e Número no Facebook.

10h – 11h

Diálogo 1: Olhando para os dados de ontem e hoje: desafios para um cenário de equidade de gênero

Convidados/as:
Ana Paula Pellegrino (Instituto Igarapé)
Flávia Oliveira (GloboNews, Estudio i e Radio CBN)
Fábio Malini (Labic Ufes)

Mediação: Giulliana Bianconi (Gênero e Número)

11h05 – 12h05

Diálogo 2: Acesso à Informação e Direitos das Mulheres

Convidadas:
Andrea Dip (Agência Pública)
Lucia Xavier (Criola)
KK Verdade (ELAS Fundo de Investimento Social)

Mediação: Paula Martins (Artigo 19)

12h10 – 13h10

Diálogo 3: Gênero, dados e direito à cidade

Convidados/as:
Cecília Oliveira (Fogo Cruzado App e The Intercept Brasil)
Amara Moira (Unicamp)
José Eustáquio (ENCE = Escola Nacional de Ciências Estatísticas (IBGE)

Mediação: Gil Vieira (DataLabe)

13h15 – 14h15

Lançamento da pesquisa inédita Mulheres no Jornalismo Brasileiro (Gênero e Número e Abraji apresentam, com participação da Artigo 19 e mediação da Fenaj)

Alana Rizzo (Abraji)
Maiá Menezes (Abraji / O Globo)
Natália Mazotte (Open Knowledge/cofundadora Gênero e Número)
Thiago Herdy (Abraji)
Paula Martins (Artigo 19)

Mediação: Fenaj

14h15 – 14h45

Intervalo

14h45 – 15h45

Diálogo 4: Dados e identidade de gênero

Convidadas:
Jaqueline de Jesus (pesquisadora e professora do IFRJ)
Jacira Melo (Agência Patrícia Galvão)
Fernanda Alves (cientista de dados no cLab/FLAG)

Mediação: Carolina de Assis (Gênero e Número)

15h50 – 16h50

Diálogo 5: Indígenas e quilombolas: estatísticas de uma sobrevivência ameaçada

Convidadas:
Isabel Clavelin (ONU Mulheres Brasil)
Selma Dealdina (Conaq Quilombos Do Brasil II)
Simone Eloy (Conselho do Povo Terena)

Mediação: Natália Néris (InternetLab)

16h55 – 17h55

Diálogo 6: Como a arte pode ampliar debates e visibilizar dados

Convidadas:
Panmela Castro (artista/grafiteira)
Bruna Linzmeyer (atriz)
Cristina Algarra (Data Art/ El Faro)

Mediação: Maria Lutterbach (Gênero e Número)

18h – Hora feliz de encerramento, com show aberto de Laura Lavieri

laura1

Diálogos Gênero e Número

Quando: 5/12, terça-feira, das 10h às 19h
Onde: Parque das Ruínas – R. Murtinho Nobre, 169, Santa Teresa – Rio de Janeiro
Entrada gratuita

close-image